sábado, 14 de março de 2009

Poesias para crianças

Colar de Carolina
Cecília Meireles

Com seu colar de coral,
Carolina
corre por entre as colunas
da colina.

O colar de Carolina
colore o colo de cal,
torna corada a menina.

E o sol, vendo aquela cor
do colar de Carolina,
põe coroas de coral

nas colunas da colina.


Leilão de jardim
Cecília Meireles

Quem me compra um jardim com flores?
Borboletas de muitas cores,
lavadeiras e passarinhos,
ovos verdes e azuis nos ninhos?

Quem me compra este caracol?
Quem me compra um raio de sol?
Um lagarto entre o muro e a hera,
uma estátua da Primavera?

Quem me compra este formigueiro?
E este sapo, que é jardineiro?
E a cigarra e a sua canção?
E o grilinho dentro do chão?

(Este é o meu leilão.)


As Abelhas
Vinícius de Moraes

A AAAAAAAbelha mestra

E aaaaaaas abelhinhas

Estão tooooooodas prontinhas

Pra iiiiiiir para a festa.

Num zune que zune

Lá vão pro jardim

Brincar com a cravina

Valsar com o jasmim.

Da rosa pro cravo

Do cravo pra rosa

Da rosa pro favo

Volta pro cravo.

Venham ver como dão mel

As abelhinhas do céu!



As Borboletas
Vinícius de Moraes

Brancas

Azuis

Amarelas

E pretas

Brincam

Na luz

As belas

Borboletas

Borboletas brancas

São alegres e francas.


Borboletas azuis

Gostam muito de luz.

As amarelinhas

São tão bonitinhas!

E as pretas, então . . .

Oh, que escuridão!


Convite
José Paulo Paes

Poesia
é brincar com palavras
como se brinca
com bola, papagaio, pião.

Só que
bola, papagaio,pião
de tanto brincar
se gastam.

As palavras não:
quanto mais se brinca
com elas
mais novas ficam.

Como a água do rio
que é água sempre nova.

Como cada dia
que é sempre um novo dia.

Vamos brincar de poesia?

Dorme ruazinha...É tudo escuro!...
Mario Quintana

Dorme ruazinha… É tudo escuro…

E os meus passos, quem é que pode ouvi-los?

Dorme teu sono sossegado e puro,

Com teus lampiões, com teus jardins tranqüilos…

Dorme… Não há ladrões, eu te asseguro…

Nem guardas para acaso perseguí-los…

Na noite alta, como sobre um muro,

As estrelinhas cantam como grilos…

O vento está dormindo na calçada,

O vento enovelou-se como um cão…

Dorme, ruazinha… Não há nada…

Só os meus passos… Mas tão leves são,

Que até parecem, pela madrugada,

Os da minha futura assombração…



Canção de Nuvem e Vento
Mario Quintana

Medo da nuvem

Medo Medo

Medo da nuvem que sai crescendo

Que vai se abrindo

Que não se sabe

O que vai saindo

Medo da nuvem

Nuvem Nuvem

Medo do vento

Medo Medo

Medo do vento que vai ventando

Que vai falando

Que não se sabe

O que vai dizendo

Medo do vento

Vento Vento

Medo do gesto

Mudo

Medo da fala

Surda

Que vai movendo

Que vai Dizendo

Que não se sabe...

Que bem se sabe

Que tudo é nuvem que tudo é vento

Nuvem e vento Vento Vento!Parte superior do formulário

Parte inferior do formulário






5 comentários:

Cybele Meyer disse...

Olá Olimpia,

PArabéns pelo espaço.
Adorei!!
Felicidades pelo blog e tenho certeza que será uma bela caminhada.
Obrigadaa pelo link e vou colocar o seu no meu blogroll, ok!
beijinhos

Táta disse...

Olá amiguinha virtual,
Agradecida pelo carinho.....
pela visitinha e pelo coment....
Vim ver as suas novidades e saber como vc está.
bjokas, Cátia !
Tenham uma linda semana.....
deixo o meu carinho...

´´´´¶¶¶¶¶¶´´´´´´¶¶¶¶¶¶
´´¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶´´¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶
´¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶´´´´¶¶¶¶
¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶´´´´¶¶¶¶
¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶´´¶¶¶¶¶
¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶ ´¶¶¶¶¶
´¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶
´´´¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶
´´´´´¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶
´´´´´´´¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶
´´´´´´´´´¶¶¶¶¶¶¶¶
´´´´´´´´´´´¶¶¶¶
´´´´´´´´´´´´¶¶

Lia Noronha &Silvio Spersivo disse...

Td lindo por aqui...vou te linkar...ok?
Abraços mil!!

Nely disse...

Cada dia seu blog esta mais bonito! Adorei as poesias, principalmente da borboletas, lembrou-me a infancia! Beijocas!

Verinha disse...

Parabéns, adorei as poesias!!!
Bjs e uma ótima semana.

Related Posts with Thumbnails